Avançar o conteúdo principal

"Team is Brain" - A História da Equipa AVC do Hospital Maria Vittoria

Itália
Ospedale Maria Vittoria é um pequeno hospital em Turim-Piemonte, Itália, e vê aproximadamente 340 doentes de AVC todos os anos. 
 
A Angels Journey deste hospital começou em maio de 2017 quando o Dr. Daniele Imperiale, Diretor do Departamento de Neurologia, e Fabio Melis, coordenador de Unidade de AVC, soube primeiro da Angels Initiative. 
 
Inspirados e motivados para se juntarem à sua missão, reuniram toda a Equipa de AVC para conceber um percurso de AVC intra-hospitalar eficiente, juntamente com um Consultor Angels. 


 
Juntaram todos os diferentes departamentos para uma reunião multidisciplinar (o que só por si não é fácil), onde discutiram e identificaram diversos pontos de melhoria para reduzir o tempo da porta ao tratamento. Algumas das principais medidas de implementação imediata incluíram:
 
  • Sistema de alerta para todos os membros da Equipa de AVC do enfermeiro da triagem
  • Terapia de recanalização a realizar diretamente na sala de TC antes da angio TC caso não haja história clínica de coagulopatia
  • Priorização das análises de amostras de sangue no laboratório, usando um sistema de notificação por duas chamadas telefónicas
Depois de reorganizar o percurso de AVC e monitorizar constantemente o tempo da porta ao tratamento, a equipa conseguiu obter grandes resultados num período muito curto. 

Em menos de um ano, o tempo médio da porta ao tratamento passou a quase metade, de 80 para 48 minutos, e o número de doentes que recebem terapia de recanalização todos os meses duplicou. 

O que é mais importante, os enfermeiros e médicos tornaram-se mais coesos e motivados graças aos resultados obtidos, e um grande sentimento de espírito de equipa envolveu todos os membros da Equipa de AVC.

Estes feitos exemplares foram apresentados pelo Dr. Melis na Conferência ISO Angels Italy perante mais de cem médicos de todo o país, salientando a importância de uma monitorização de qualidade constante.


Exatamente um ano depois de se juntar aos Angels, o Dr. Imperiale e o Dr. Melis decidiram organizar uma simulação de doentes fictícios dentro do hospital para testar e reforçar o percurso de hiperagudos e ver se havia outras formas de otimizar ainda mais os tempos de tratamento. 

Mais uma vez, a equipa conseguiu alcançar um resultado espantoso e concluiu a simulação em 23 minutos!

A equipa de AVC do Hospital Maria Vittoria é um exemplo claro de como não só “time is brain” (tempo é cérebro) como também “team is brain” (equipa é cérebro)!

Powered by Translations.com GlobalLink OneLink Software