Avançar o conteúdo principal

As sete maravilhas virtuais

Europa

Desde 2018, a Angels tem vindo a expandir ativamente a sua cobertura geográfica ao envolver-se com comunidades de AVC em vários países da Europa do Leste e Ásia Central, para que todos os doentes suspeitos possam chegar a um hospital pronto para receber doentes de AVC a tempo e para receberem um tratamento com a qualidade de vida que todos merecem, seja onde for.

REUNIÃO DA COMISSÃO DE COORDENAÇÃO DOS NOVOS PAÍSES ANGELS DURANTE A ESOC 2019 EM MILÃO, ITÁLIA.

Em coordenação com os principais líderes de opinião locais e os coordenadores nacionais, iniciámos este esforço ao convidar pequenos grupos de especialistas em AVC motivados de dezenas de países para participarem no Workshop de Formação de Formadores da Angels, realizado quatro vezes por ano na Alemanha. Em pouco tempo, começámos a assistir a melhorias incríveis e descobertas inesperadas, conforme relatado na reunião anual da Comissão de Coordenação dos Novos Países, o que por sua vez causou um aumento na procura de formações e presença da Angels. 

Assim, em 2019, elevámos o nosso nível de compromisso ao atribuir um dos nossos mais experientes consultores da Angels, Lev Prystupiuk, para trabalhar diretamente com hospitais na Arménia, Bielorrússia, Geórgia, Cazaquistão, Quirguistão, Moldávia e Usbequistão

Tudo correu bem, até ao coronavírus ter aparecido. As restrições de viagens e as medidas de quarentena mundiais significaram que não podíamos convidar ninguém para os nossos workshops de formação, nem podíamos organizar as consultas ao hospital de forma fácil - especialmente às localizadas fora da União Europeia. 

Ao todo, estes sete países têm uma população de 80 milhões de pessoas. Todos indicaram o AVC como a principal ou segunda causa principal de morte e a principal causa principal de incapacidade. 

Embora o objetivo fosse claro, o principal desafio era descobrir como se manter fiel ao espírito de trabalho da Angels - para educar e motivar de forma prática - sem estar realmente presente em pessoa. Foi importante certificarmo-nos de que não caíamos na armadilha de organizar uma oferta online de uma só via, algo que se tornou muito comum em todos os lugares em resposta à pandemia.  

Agenda da formação virtual


Por fim, organizámos um modelo de aprendizagem à distância virtual que consiste em sessões de workshop sistémicas mas práticas em pré-hospital, fase hiperaguda, tomada de decisões, imagiologia TAC, cuidados pós-agudos e monitorização de qualidade. Para manter um elevado nível de empenho e um forte sentido de comunidade, decidimos manter sessões de países em separado com até 40 participantes para cada um, traduzidos num total de 30 workshops virtuais para mais de 300 médicos, enfermeiros e profissionais de emergência médica de sete países

Webinar do pontapé de saída para a Formação Virtual de Novos Países da Angels


Este ambicioso compromisso foi precedido por um webinar de lançamento intitulado “Abordagem virtual para melhorar a via de AVC”, onde a 3 junho 2020 acolhemos todos os participantes, introduzimos os currículos do workshop e partilhámos as experiências muito relevantes e motivadoras do Dr. Milan R. Vosko do Hospital Universitário Kepler, em Linz, Áustria, sobre como construir uma unidade de AVC a partir do zero e o Dr. Dmytro Lebedinets da Universidade Nacional de Karazin Kharkiv na Ucrânia relativamente ao conceito de vias de AVC. 

Quando chegou às sessões específicas do país, cada uma delas foi concebida para ser tão interativa quanto possível e aproveitou a vantagem das inúmeras ferramentas online que estão disponíveis no website da Angels, tal como o software de simulação virtual Body Interact e a Formação WOW CT. 

Sessões específicas do país da Formação Virtual da Angels


Para satisfazer o conhecimento sobre o contexto e a situação local, convidámos alguns dos nossos mais fortes apoiantes e especialistas da Angels* de cada país para ajudar a organizar algumas das sessões, permitindo assim que os participantes coloquem quaisquer questões particulares, das quais os nossos próprios consultores possam não ter tido total conhecimento. 
 
Quando “a poeira assentou”, não poderíamos deixar de nos sentir orgulhosos da dedicação demonstrada pelos nossos consultores da Angels, pelos oradores externos e por todos os mais de 300 participantes que doaram uma quantidade significativa do seu tempo durante um período tão stressante e difícil para apoiar a missão da Angels. O que parecia ser uma batalha ascendente de alguma forma se tornou num acontecimento recorde do maior número de pessoas que recebem formação de AVC, no menor período de tempo, no maior número de países. 

Estamos ansiosos por relatar as coisas fantásticas que estas sete maravilhas virtuais irão certamente alcançar. 


*Gostaríamos de expressar a nossa gratidão especial aos seguintes indivíduos pela ajuda na organização e realização desta série de formações virtuais:

Dr. Nune Yeghiazaryan e Dr. Oganes Ezoyan da Arménia; Dr. Ludmila Anatskaia e Dr. Sergey Marchenko da Bielorrússia; Prof. Alexander Tsiskaridze e Dr. Kakha Akhvlediani da Geórgia; Dr. Zauresh Akhmetzhanova, Dr. Erzhan Adilbekov e Dr. Sabina Medukhanova do Cazaquistão; Dra. Inna Lutsenko e Dra. Leina Imanbekova do Quirguistão; Acad., Prof. Stanislav Groppa de Moldávia; Prof. Yakutkhon Madjídova e Dr. Makhmudjon Bakhramov do Usbequistão.

Powered by Translations.com GlobalLink OneLink Software