Avançar o conteúdo principal

A transição eficaz para a aprendizagem online em resposta à Pandemia da COVID-19 entre enfermeiros de AVC no programa Dar Formação ao Formador (Train-the-Trainer)

Filipinas

A pandemia de Coronavírus afetou a educação e os sistemas de saúde a nível mundial. O confinamento teve início no passado mês de março em todo o país, o que interrompeu a aprendizagem nas escolas e conduziu ao encerramento antecipado dos trimestres e semestres escolares. A suspensão do movimento e de grandes ajuntamentos também fizeram parte da ação de resposta. Isto inclui reuniões médicas realizadas através de palestras hospitalares, conferências médicas, workshops e formações. Escusado será dizer, que o acesso a hospitais e a compromissos presenciais com profissionais de saúde ficou limitado para as referidas atividades.

Ao fim de quase 4 meses de confinamento e com a atenuação das restrições, a equipa sentiu a necessidade de reforçar o conhecimento dos enfermeiros de AVC neste momento de pandemia. Esta equipa foi criada através do Programa da Iniciativa Angels “Rede de Cuidados Agudos de Excelência no AVC” (Acute Network Striving for Excellence in Stroke). A equipa é composta por 3 enfermeiros de AVC (stroke nurse, SN) certificados no país, 1 gestor de programa de cuidados de AVC (stroke care program manager, SCPM) e 4 especialistas em programa de cuidados de AVC (stroke care program specialists, SCPS). O programa foi realizado em duas partes: (1) sessões didáticas que abrangeram as noções básicas sobre o AVC e a gestão do AVC, tratamento com rtPA, gestão de administração e enfermagem, protocolo FeSS e ferramentas de avaliação do AVC utilizando a Escala de AVC do Instituto Nacional de Saúde (National Institute of Health Stroke Scale, NIHSS) e a Escala de Rankin Modificada; (2) workshops interativos utilizando a otimização da via e um workshop sobre estação de trombólise temporizada. Este programa de formação para enfermeiros foi realizado pela primeira vez em abril de 2017 na forma de aprendizagem presencial com a duração de um dia e meio.

Metodologia
O Programa de Enfermagem de AVC Angels será transferido para uma aprendizagem sincronizada online utilizando o modelo Planear-Fazer-Verificar-Agir (Plan-Do-Check-Act, PDCA) em dois ciclos consecutivos. 

Ciclo 1
Ciclo 1
Ciclo 2
Ciclo 2

Figura 1. Modelo PDCA em dois ciclos

Tabela 1

Tabela 1. Descrição das etapas nos ciclos PDCA

Participantes e instruções de adesão
Os participantes selecionados no programa são enfermeiros de AVC e/ou formadores de enfermagem que foram recomendados pelos seus Diretores do Serviço de AVC, que os consideram adequados para se tornarem futuros formadores de AVC nos seus respetivos hospitais. Foram definidos os seguintes critérios para a seleção de participantes: (1) o enfermeiro tem de fazer parte da equipa de AVC; (2) capacidade de dar formação aos seus colegas; e (3) vontade de partilhar boas práticas na comunidade Angels de formadores de enfermagem.

Zoom

Os enfermeiros participantes tiveram de realizar a certificação online da ferramenta de avaliação do AVC do NIHSS e a certificação eletrónica da Angels para enfermeiros, acedida a partir do website da Angels.

Discussão e resultados
A transição online do programa de enfermagem Angels na secção didática utilizou a plataforma Zoom. As sessões de trabalho foram convertidas em sessões interativas online utilizando salas de trabalho Zoom, formulários Google calendarizados utilizando diferentes listas de verificação e ferramentas de avaliação da Angels, e uma plataforma visual para vídeos interativos utilizando avaliação interativa em vídeo.

A transição eficaz foi avaliada utilizando uma ferramenta de inquérito, que abrange avaliações qualitativas sobre a secção didática e workshops online. As medidas didáticas foram avaliadas utilizando o pré-teste e o pós-teste enquanto que os workshops online reuniram medidas para os facilitadores e a apresentação online do workshop utilizando uma escala Likert (1-5). Os facilitadores foram avaliados quanto à organização e transmissão de instruções claras, definição de objetivos SMART e competências no programa. O conteúdo online foi avaliado em termos de concretização dos objetivos definidos, suficiência de meios para participação interativa, utilidade e relevância para o trabalho, compreensão da emergência neurológica no AVC, utilização de competências adquiridas e exatidão da metodologia do workshop.

Participaram 90 enfermeiros que representavam 42 hospitais no país. Conformidade de avaliação de 68% equitativamente distribuída a 50% entre representação hospitalar privada e estatal. Os enfermeiros de AVC participantes foram atribuídos a diferentes áreas hospitalares, que incluíram 23% do serviço de urgência, 26% da unidade de AVC, 19% da UCI, 13% de enfermarias gerais e 19% das áreas híbridas. Os resultados demonstraram que a transição do programa foi aceite e eficaz com uma escala Likert global de 4,76. Não existe diferença na metodologia relativamente às atribuições de unidades e tipos de hospitais em que a taxa é de 4,7 a 4,8.

Quando lhes foi pedido para descreverem a sua experiência ao realizarem o workshop online calendarizado, estes deram as respostas abaixo, resumidas numa nuvem de palavras

Nuvem de palavras


Após a atividade, 89% dos enfermeiros participantes disseram que estão muito confiantes ou confiantes quanto a darem formação aos colegas nas respetivas instituições.

Conclusão
A nova metodologia de formação de enfermeiros de AVC através de aprendizagem online, utilizando o programa convertido, é eficaz. A metodologia mostrou que os participantes serão, provavelmente, capazes de conduzir o programa nos respetivos hospitais junto dos seus colegas.

Referências:
Onyema, Edeh & Nwapara, Chika & Faith, Ayobamido & Sen, Shuvro & Atone, Fyneface & Sharma, Aabha & Alsayed, Alhuviu. (2020). Impact of Coronavirus Pandemic on Education. Journal of Education and Practice. 11. 108-121. 10.7176/JEP/11-13-12.
Organização Mundial de Saúde - www.who.int
Departamento de Saúde – www.doh.org
Iniciativa Angels – www.angels-initiative.com
Basilaia, Giorgi e Kvavadze, David. (2020). Transition to Online Education in Schools during a SARS-CoV-2 Coronavirus (COVID-19) Pandemic in Georgia. Pedagogical Research. 5. 1-9. 10.29333/pr/7937.

Diana Jean Serondo, RN, NVRN, SCRN, CLYSSB, CDA-T, Wella Kris Avila, RN, SCRN, Darren Porras, RN, Jackielyn Cortez, Anne Mendoza, Krissy Avestro, RN, Gisela Mutuc, RN, Mary Angeline Jose, RN

Powered by Translations.com GlobalLink OneLink Software